Enclave (Enklava, 2015)



Vencedor do Festival Internacional de Cinema Avanca de 2016 (Portugal) e escolhido para representar a Sérvia no Oscar de Filme Estrangeiro, Enclave é escrito e dirigido pelo sérvio Goran Radovanovic. O filme explora a situação de um enclave (território com distinções políticas dentro dos limites de um outro território) Sérvio na Polônia. O diretor procura mostrar os resquícios de uma guerra política que atinge pessoas que não escolheram participar delas, tão pouco entendem seus motivos.

Com apenas 10 anos, Nenad precisa ir a escola em um carro blindado do exército. Esse é o resultado do Guerra do Kosovo, conflito entre as forças sérvias, iugoslavas e Exército de Libertação de Kosovo. Mesmo cinco anos após o fim do confronto, Nenad e sua família precisam lidar com os fragmentos que não foram esquecidos. Só que ele queria era um amigo para brincar, mas acaba entrando em uma aventura na linha inimiga para que seu avô consiga um enterro decente.

O apelo de Radovanovic é mostrar o estado das coisas através dos olhos de uma criança. Nesse caso, temos uma surpresa com a atuação de Filip Subaric (Nenad), embora jovem, ele consegue transmitir toda a aflição causada pelos problemas que sobraram da guerra. Outra brilhante atuação é a de Denis Muric, o possível antagonista Baskim. Seu olhar duro mostra a transformação que uma criança pode ter devido a tantos problemas. Muric pode ser uma grande promessa para o cinema, vale a pena acompanhar sua trajetória.

Outro ponto interessante do filme é a fotografia, do alemão Axel Schneppat. A câmera sempre a espreita, mostrando os personagens agindo de maneira contida, sempre com um cenário rico em beleza, mas pobre em outros aspectos. Embalando cada cena, segue uma trilha sonora notável, dando uma maior imersão ao filme.

No fim a produção fica um pouco confusa, com um jogo de cenas que misturam o presente e o passado, relatando uma amizade improvável. Talvez o final não alcance a expectativa, ainda assim toda a trajetória de Nenad nos mostra um pouco da situação de pessoas que vivem em uma certa marginalidade, o que nos faz pensar na situação de muitas pessoas, estejam elas na Sérvia, ou em qualquer outro lugar.

Comentários

Postagens mais visitadas