A Ex-mulher (Qian Qi, 2009)


Eu tentei por dois dias. Fiz tudo o que podia. Mas não encontrei o cartaz original do filme. O jeito foi optar pelo cartaz da Mostra de Cinema Chinês, que chega em sua quarta edição. O pouco que vocês podem ver de A Ex-mulher está na quinta imagem, mais que isso acredito que só no cinema. Embora seja de difícil acesso, o filme de Qiao Liang (ou Liang Qiao, dependendo de onde você procurar) tem grandes méritos, que vai desde o uso dos elementos presentes no cenário, até a construção dos personagens.

É difícil achar qualquer material sobre o filme (não encontrei informações nem mesmo em sites como o IMDB), mas como assisti ao filme durante a Mostra, vou tentar dar uma sinopse sem muitos spoilers.

Ding é um jornaleiro divorciado e vive com sua nova mulher em uma casa bem simples. Mas quando sua ex-mulher, com quem ele tem um filho, é diagnosticada com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) ele precisa ajudá-la. Quando a doença atinge um estágio avançado, Ding a recebe em sua casa e agora precisa lidar com sua ex-mulher e sua mulher atual morando embaixo do mesmo teto.

São muitos elementos que fazem de A Ex-mulher um bom filme. A começar pelos cenários. Usando na maior parte do tempo cenários interiores, Qiao Liang nos dá proximidade e essa aproximação nos faz interagir com os personagens através de expressões e gestos. Os personagens são construídos com suas particularidades. Qiao Liang explora todas elas, fazendo com que todos eles ganhe destaque. Cada indivíduo lida com a doença de uma forma diferente, temos quatro pontos de vista diferentes, desde a criança até a ex-mulher.

Segundo Qiao Liang (que participou de um bate papo após a sessão), a história de A Ex-mulher é baseada em um história real e o ELA está mais presente do que imaginamos na China. Encontramos um misto de emoções que vão ditando o ritmo do filme através de pessoas comuns, e até bem simples, que precisam se unir por algo maior que elas.

histstá aproveitando a Mostra de Cinema Chinês não tem do que reclamar, em apenas dez dias ela apresenta, além de A Ex-mulher, filmes bons e que dificilmente encontrarmos por aqui. Esse curto período de exibição não me permitiu assistir nenhum outro filme, mas A Ex-mulher garantiu minha presença na próxima edição.

Comentários

Postagens mais visitadas