Eu Eu Eu José Lewgoy (2011)



Começou no CCBB SP, nesta última quarta feira (18), a Mostra José Lewgoy, reunindo 22 filmes do ator, que foi grande destaque no cinema nacional e estrangeiro, somando mais de 100 filmes e 30 novelas. O documentário Eu Eu Eu José Lewgoy, dirigido por Cláudio Kahns, abriu a Mostra, nele seguimos a trajetória artística de Lewgoy, que participou de diversos movimentos cinematográficos durante sua carreira.

Viajar pela carreira de José Lewgoy é uma aventura extraordinária, começando sua carreira na extinta Atlântida com Carnaval no Fogo (1949), onde é membro de uma quadrilha que planeja roubar turistas durante o carnaval do Rio. Depois disso participou de diversas produções, passou alguns anos na França e, quando voltou, brilhou em Terra em Transe (1967), filme do diretor Glauber Rocha. Também atuou em Fitzcarraldo (1982), do diretor alemão Werner Herzog, esse que participa do documentário, dizendo como foi trabalhar com Lewgoy.

Para muitos a sua última grande obra foi O Judeu (1996), do diretor Jom Tob Azulay, um filme que demorou quase uma década para ser finalizado, mas mesmo diante de tantas adversidades recebeu grandes prêmios no Festival de Brasília, incluindo Melhor Ator Coadjuvante para José Lewgoy.

Neste sábado (21) o diretor Cláudio Kahns vai participar de um debate após a exibição do documentário no CCBB SP. Mas a Mostra vai até o dia 07 de maio, infelizmente não poderei ver todos os filmes que gostaria, mas estou ansioso para ver Terra Em Transe e Fitzcarraldo na Tela Grande.

Você pode conferir a programação completa da Mostra José Lewgoy clicando aqui!

Comentários

Postagens mais visitadas