A Bahia e o Cinema Novo

Desde que conheci a arte de Glauber Rocha me senti atraído pela cultura baiana (pela comida eu já havia sido fisgado há tempos). Digo isso porque finalmente consegui assistir 'Destino: Salvador' – episódio 1 "Fátima", e ainda consegui emendar com 'Cinema Novo', documentário de Eryk Rocha que ganhou o "Olho de Ouro" em 2016.


Dirigido por Fabio Mendonça, 'Destino: Salvador' segue a receita das duas primeiras temporadas da série, trazendo crônicas de estrangeiros que encontram em Salvador sua moradia. Nesse primeiro episódio, temos Manoel, um português que administra um antigo Hotel na cidade. Após a morte de sua esposa, ele reencontra o filho com quem não nutria um bom relacionamento, que continuaria assim se não fosse a sua falecida mulher o assombrar. Além de retratar a dificuldade que Manoel tem em encarar o falecimento da esposa e o retorno do filho, ainda conta com alguma cenas cômicas, como quando o padre vai benzer o hotel onde ele trabalha. Espero conseguir acompanhar todos os seis episódios, que foram produzidos pela 02 Filmes.


Já o documentário de Eryk Rocha traz relatos sobre o Cinema Novo, uma das maiores revoluções cinematográficas da América Latina, que ocorreu entre os anos 1960 e 1970. A produção traz depoimentos de Glauber Rocha, Nelson Pereira do Santos, Leon Hirszman, Joaquim Pedro de Andrade, Ruy Guerra, Walter Lima Jr. e Paulo César Saraceni, nomes que começaram uma nova forma de fazer cinema para aproximar a arte do povo, além de expor suas ideias e ideais políticos e sociais do que acontecia no Brasil na época.

Além disso, vemos uma colagem de filmes que se consagraram na época em que foram lançados e hoje são clássicos do cinema nacional. Pretendo voltar a escrever sobre o assunto em breve, assim que acabar algumas pesquisas e, claro, assistir muitos outros filmes que fizeram parte do movimento.

Comentários

Postagens mais visitadas